terça-feira, 2 de outubro de 2012

Em São Paulo, EDP inaugura postos para carregamento de veículos elétricos

02/10/2012 - Ciclo Vivo

O lançamento do posto aconteceu na última sexta-feira (28) na Cidade Universitária, em São Paulo

A EDP Brasil desenvolveu o primeiro eletroposto de recarga rápida de veículos elétricos no Brasil, em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA), o Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo (IEE/USP) e a Sinapis Inovação em Energia.

O lançamento do posto aconteceu na última sexta-feira (28) na Cidade Universitária, em São Paulo. A estrutura possui um sistema de cobrança (billing) e ferramentas de planejamento elétrico, a fim de avaliar os impactos que a nova tecnologia vai causar nas redes de distribuição de energia. A fase de testes do projeto deverá ser concluída até o final do ano.

O eletroposto de carga rápida já está disponível para testes em veículos elétricos de diversas marcas. Uma das principais intenções do projeto é firmar parcerias com órgãos públicos que possuem veículos elétricos, para que eles sejam abastecidos nos três postos de carregamento instalados no IEE – um de recarga rápida, outro de recarga lenta e outro de recarga residencial.

Além de contribuir para a evolução das soluções para transportes, o grupo EDP ainda vai aproveitar os eletropostos para fazer estudos sobre a eficiência energética no país. "O projeto poderá ser utilizado para compreendermos o uso da mobilidade elétrica e os impactos causados nas redes de distribuição nas grandes cidades, onde há maior expectativa para o uso deste sistema", diz Miguel Setas, vice-presidente da EDP no Brasil.

Com o aprimoramento desta tecnologia nos grandes centros urbanos, a ideia é fazer com que o consumidor possa avaliar os melhores horários e tarifas para o carregamento dos veículos elétricos, contando com o apoio das empresas de energia, que deverão indicar as informações para o uso dos eletropostos.

Os postos de carga são fabricados pela empresa portuguesa Efacec. Os modelos de carga rápida levam até 30 minutos para abastecer um veículo com autonomia de 180 km. Já os outros postos, de carregamento lento e residencial, levam até oito horas para abastecer a mesma quantidade. Com informações do Último Instante e do Grupo EDP.

Leia também:
Amazonenses transformam Fusca 86 em carro elétrico
Apresentado modelo para 85 novos táxis adaptados em Porto Alegre
Empresa norte-americana cria primeiro carro elétrico para cadeirantes


Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário